julho 31, 2003

Ser feliz é um estado de espírito

No domingo deu o documentário do Michael Palin - Ex-Monty Phyton - sobre o Sahara.
A certa altura ele foi entrevistar uma familia que era muito risonha e feliz. Eram cerca de 8/10 pessoas. Sentiam-se felizes de terem a melhor casa do campo de refugiados do Sahara Ocidental. Era feita de bocados de chapa aproveitados de latas de óleo e tinha tapetes velhos e rotos a proteger o chão e as paredes por dentro.

Eram felizes! Mesmo!

No comments!

Preciso de chuva!

Uaaaaaa
Tenho andado um bocado ocupada demais para ter tempo para escrever :(
Quase toda a empresa está a ir de férias...e eu estou a ver o meu mês de Agosto demasiado congestionado!

Também ando um bocado mole com este calor. Não me dou bem com 40ºC

Entre vegetar, ler as "Pequenas Criaturas" do Rubem Fonseca e as 5 revistas Altair que encomendei, não tenho feito muito!
Tenho viajado mentalmente pelas revistas, por isso até tou um bocado cansada...

As minhas preces em relação ao jantar de sábado concretizaram-se! Com uma ajudinha...

Tou em baixo de forma! Preciso de chuva!

julho 25, 2003

Polaroids Gastas

Estive a pensar numa coisa que disse aqui(enquanto li as revistas de viagens que já chegaram) e se calhar eu não parto à aventura porque não quero mesmo.
Há coisas que prezo demasiado aqui e que não sou capaz das deixar para trás sem saber como será o meu futuro.
O J., o trabalho, excepto quando não os posso ver à frente.
Os meus livros, os cadernos cheios de notas, a minha colecção de 2 ehehhe máquinas de escrever de 1910.
Os meus amigos, os meus cães. Adoro poder estar aqui a escrever isto.
Acho que gosto da minha vida. Não exactamente como está, mas como o que eu vou fazer, para ela ser como eu quero :)

Será que as viagens que faço chegariam se em vez de ir 10 dias, fosse 20?
Ou se as fizesse mais frequentemente...tenho planeado muito e concretizado pouco. Acho que tenho andado a dar importância às coisas erradas!

Em 2001, atravessei parte do Atlas Marroquino a pé e mais nenhumas férias foram tão boas.
Em mais nenhuma passei as noites a cantar (nem sei o quê) a acompanhar com tachos e panelas, com os pastores nómadas.
A perceber o que os motiva e o que os torna tão diferentes de mim.
Em mais nenhuma subi ao ultimo monte e achei que era um momento mágico da minha vida enquanto me vinham lágrimas aos olhos.
E não era pela conquista. Era por saber, que nos conhecemos melhor e apreciamos a vida e o universo quando todas as condições são diferentes do que as que vivemos. E naquele breve momento foi literalmente atingida por uma felicidade extrema. A paixão do momento!

Desculpem os leitores mas estou um pouco nostálgica. Ainda tenho polaroids gastas dessas férias. Ainda me lembro de coisas de árabe. Ainda me lembro do recorte das montanhas de encontra a planície.
O por do sol.
As estrelas.
Acho que me encontrei aí. E depois perdi-me outra vez...
Tenho de me encontrar outra vez! Não há nada como a paixão pela vida para nos fazer viver!

Uma boa noite aos Srs.Blogoespectadores!

Toda a gente prá mesa! Já!

Ora bem...amanhã é já fim de semana!
Infelizmente tenho um daqueles jantares de família. Em minha casa! HELP! Ainda por cima como toda a gente sabe - e vocês também agora - que eu gosto de cozinhar e inventar novos pratos.
Assim, estarão todos - os 6!= 8, comigo e com o J. em grande expectactiva, o que me coloca em enorme stress e ansiedade.
Tenho de ir fazer umas respirações yoga!

E se eu queimo tudo? E se fica horrível? E se não chega para todos? Eu só sei cozinhar para dois ou três...Era até bom que saísse tudo mal que assim nunca mais apareciam eheheheh

Ainda por cima não há cadeiras para toda a gente, tenho que trazer umas cadeiras com rodas do escritório, se calhar até ponho lá os avós...se a sala fosse inclinada, iam parar ao terraço! YES!
Assim eram só mais quatro à mesa. O que eu poderia fazer para esses saírem também? Pimenta? Algo estragado? Não...que depois passava a noite no hospital...

E depois as conversas...chato...ai que gira a casa, ai que camisola gira, já viram o tempo? E depois temos de falar alto, que a audição não chega para todos...e os avós repetem-se e continuam a falar mesmo quando a conversa já acabou.
Será que já ninguém fala sobre a condição humana, os sonhos, de onde viemos, para onde vamos, será que no infinito há vacas verdes a voar?

Espero que bebam pouco para não dormirem lá em casa...

Socorrooooooooo!

Socorro!

Igh! Tenho o batimento cardíaco a aumentar! H

julho 23, 2003

Depois de ler o bocado da revista que nao foi rasgada, fiquei impressionada com a vida que certas pessoas criam para si proprias. O facto de mulheres e homens viverem para deambular pelo mundo, para conhecer povos e culturas e não quererem mais nada alem disso surpreende-me numa sociedade recheada de opulencia e materialismo.

Se e' um sonho que tenho...porque nao o faco?
E a verdade e' que nao sei mesmo responder?
Sera' que ha certas pessoas que por o DNA ser diferente, conseguem fazer o que quero sem conseguir?

Se juntasse todas as horas que tive no transito a caminho do escritorio, tinha dado a volta ao mundo.
Se contabilizasse todas as conversas futeis que tive com pessoas ainda mais futeis, tinha tido conversas interessantissimas com um pastor nomada da Mongolia.
Do dinheiro nem se fala...

Sera' que sou uma fraca?

A pedido de um dos meus fans mais fieis, em 2 fans conhecidos...aqui está uma nova entrada no meu blog neurotico...

(Sei que não é desculpa mas tive de ir em trabalho a Madrid) aproveito para partilhar que andei pelo Prado, pelo Thysen...vi pinturas de Dali ao vivo e em primeira mão e tenho a dizer que estou extremamente desapontada pelo senhor...os quadros que achamos serem enormes, sao minimos, menos de 1m!

Nevertheless ... Sei que devia ter escrito e que tenho obrigações. Estou-me a punir neste momento = a picar-me com uma caneta bic enquanto salto num só pé;) e escrevo ao mesmo tempo...eu sou brilhante ehehehehe

Na Fnac de Madrid , descobri uma revista que já conhecia, que não encontrava há muito tempo. A Altair!
Era exemplar unico, mal conservado, dobrado...mas tive que o trazer. Era sobre escritores de viagens e os sitios que os inspirou, com alguns meus favoritos. Nesse dia à noite no hotel fui avidamente lê-la...ora o artigo que queria ler primeiro era da pag. 66 à 76...e nada...havia a 66 e nada de 67 nem seguintes, tinham sido rasgadas!
E eram as sobre a Agatha Christie.
Parecia um livro dela!
Cheguei a Lisboa ontem e tive de encomendar a revista na Net...será que virão todas assim?
Será que é prepositado?

Ou é mais uma vez o destino a pregar-me partidas? Ele é muito brincalhão :)

julho 07, 2003

Hoje a minha boca sabe a cloro.
Parece que estive a beber água de piscina.

Será um sinal de que a minha vida está-se a afundar?!?!?

Helpppppppppp!!!!

julho 05, 2003

Afinal sou mais activa do que pensava. Tenho três seres vivos não pensantes...pelo menos que eu saiba, a dormir em casa . Mais precisamente: Cuscas - o gato, enrolado no Spooky - o meu cão maior, aparentemente sem cérebro. A cerca de 1 metro dos dois, dorme o Blacky - parece um despedício de algodão preto, daqueles do chão das garagens...com a cabeça toda torta.

Ainda bem que nenhum deles sabe que tenho um blog...xiuuuuuuuuuu e que estou aqui a falar deles ;)

Sou super-activa afinal...apesar de estar apenas a respirar, fixando os caracteres à medida que aparecem devido ao movimento das minhas mãos.

E agora vou comer haggen-dazz de cheese cake

Puffff. Tou cansadíssima!

Ode à lanzeira e ao mapling

Hoje cheguei à conclusão de que não há coisa que eu faça melhor...do que não fazer nada.
Por nada entenda-se a total ausência de trabalho, vulgarmente chamado remunerado... Ora vejamos!
Tarefas preferidas:
- Vegetar
- Adormecer após o toque do despertador, pelo menos 3 vezes e durante + 30 minutos (Não que eu precise de mais tempo a dormir, porque não estou exactamente cansada. Mas é importante!)
- Dormir demais
- Yoga...isto é o verdadeiro desporto dos preguiçosos.
- Meditação...não me enganem que eu sei que estou a dormir
- Viajar
- Ler, enterrada no meu sofá de dois metros, de forma a mexer-me o menos possível
- Chegar atrasada ao trabalho, por causa de uma das desculpas acima
- Usar roupa chunga dentro de casa. Assim tenho uma desculpa para não saír
- Escrever - De preferência à mão porque só mexo uma ehehehe
- Vou tentar adicionar mais ao longo do tempo...mas devagar, que isto é cansativo ;)

Acho que o Estado devia-me proteger!
E eu sei que há mais! Tal como a "Associação para a defesa da sesta", que existe.Juro!
Devíamos ter uma associação. Grupos de férias onde poderíamos fazer o que fazemos melhor...
Porque não um subsídio? Isto no fundo é uma inovação!
Temos de lutar pelos nossos direitos!
Não se escondam! Passem a palavra!

julho 02, 2003

Já me esquecia...Acho que estou a ficar com gripe!
Hoje bebi 2 sumos de laranja para pré-me-curar! Deram-me uma azia desgraçada. Acho que me atacaram o figado.
Acho melhor esperar pela gripe, senão mato-me com a cura.

Tenho o nariz seco!
Tchimmmmmmmmmmmm! Agora tenho o ecran cheio de bocados de donut!
Iuc

Hoje descobri que um colega que faz o mesmo que eu, a função é igualzinha, recebe o dobro de mim...
A desculpa é que ele é senior.

O que terei de fazer para ser senior?
1 - Fingir que conheço as pessoas certas?
2 - Fingir que sei do que estou a falar?
3 - Meter-me no meio de uma conversa e tentar brilhar enquanto faço figura de parva?

Todas as acima? Ao mesmo tempo?
Já faço (ehehehe) e mesmo assim sou junior...
Será que há cursos de "Como ser senior?"
Eu sou senior a ler. Não conta?
E eu tenho um blog e ele não!!!!

Raios!!!
Os livros que eu podia comprar com o ordenado dele...as férias que eu faria.
Tou-me a tornar invejosa? Raios!!!

E outra colega, ganha um terço de mim...com outras funções...
Os livros que ela não compraria com o meu salário!

Raios! O $ não é tudo. Não sei porque nos importamos tanto....

Quem foi o gajo que inventou o dinheiro?
Eu seria feliz se ainda pudesse trocar as galinhas do meu quintal, por 2 couves e um litro de leite...
Alguém tem algo para a troca?