agosto 29, 2003

Quem anda aí?

A escrita, a net, tem o poder de criar um mundo que não existe na realidade.
Ou existe?

Ontem na mesa de café ao lado da minha, estavam dois homens, um a desembrulhar um caderno Moleskine e o outro a desembrulhar um "Lonely Planet guide do Kenya". Parecia que tinham descoberto um tesouro!

Afinal a realidade está aqui tão perto. Ou será a ficção?

agosto 28, 2003

Geração Abelha Maia!

Acabei de "descobrir" que pertenço à Geração Abelha Maia!
Isto era o tempo...
Do meu Belenenses ganhar jogos!
Do horrível "Zumba na Caneca"
Dos casacos verdes do Freitas!
Do Bana e do Flapi!
De ver o Bambi trinta mil vezes com a minha mãe!
Do Tal Canal!
Dos cogumelos do Casino Estoril com o meu pai!
Da minha primeira Kodak! e das minhas perseguiçoes com ela!
Da Manela!
Das freiras da escola!
Da secundária de Cascais!
Da PGA!
Do bitoque do Califa!
De jogar ao berlinde!
De jogar à bola com os rapazes e dar-lhes xutos!
Das horríveis aulas de flauta!
Do meu primeiro namorado!
Da Paula, do Diogo, do Duarte, da João, do André!
Dos meus poemas!
Do meu diário com uma chave!


Adoro ser Geração Abelha Maia!

Tenho referências sem ser o Sangoku!
Isto deve ficar bem no CV!

Ainda mais uma coisa :)

Não acham?
Eu acho!

Que certas músicas foram feitas a pensar em nós?
Era só isto!
Boas noites!

Só mais uma coisinha!

A propósito do texto de ontem, sobre toda a gente desaparecer da terra e só restarmos 5 (eu incluída, claro!) lembrei-me do livro de um dos melhores autores de ficcção cientifica - Ray Bradbury - que foi adaptado por um dos meus realizadores preferidos - François Truffaut.
Estou obviamente a falar do Fahrenheit 451!

Já não há filmes poéticos assim!

Já não há aquela sensação de aconchego e nostalgia nos filmes...
Acho que o último que me trouxe essas sensações foi a "Amelie Poulain" e antes o "Cine Paradiso"

De 10 em 10 anos faz-se um bom filme...
Quais são os vossos?

(a ouvir oldies dos anos 80 - lembram-se de Nik Kershaw? Se calhar não...)

Começo pelo fim!

(Ao som de Ricky Lee Jones)

Vou começar a rota da Seda pelo fim.
A bom entendedor, meia palavra basta!

Que hoje não tenho tempo para mais :(

agosto 27, 2003

Melhor...Pior...quero lá saber! Eu vivo!

É sempre muito pesado, nao há risos e nada é facil...

Isto é para lembrar a mim própria, o meu mandamento budista favorito - não terás conversas fúteis/vãs.
É por isso que isto aqui é importante - não para vocês, mas para mim...mesmo que não faça sentido nenhum, são bocados de mim, melhores, piores, mais alegres, idiotas ou não.
São parte do meu ADN...

Ao som de Lenny Kravitz!

Linhas trocadas

Ao meu lado um homem atende o telefone.
Do outro lado ouve-se uma rapariga perguntar "Sónia?"
- Não! Deve ser engano!
- Mas eu queria falar com a Sónia!
- Já lhe disse que não me chamo Sónia! Chamo-me Maria Manuela!

...

It's so quiet...

Hoje de manhã ao passear os cães, reparei que não havia barulhos na rua.
Nada se mexia...

Pensei como seria agradável se eu fosse a única pessoa no mundo, ou pelo menos uma das poucas no mundo.
Uma na China, outra na India....ou uma em cada continente...E cada uma teria de saber tudo sobre o local onde vivesse para transmitir aos outros 4.

Depois começei a pensar como me deslocaria para esses locais...não sei pilotar aviões.
A pé demoraria metade da minha vida.
Pelo menos o ar estava limpo...
E nunca haveria guerras porque não haveria ninguém contra quem as fazer.

Seríamos os últimos no planeta. Todos estéreis :)
Poderia dormir na Biblioteca Nacional...vasculhar a Torre do Tombo, ver todos os filmes que quisesse...

O dinheiro não servia para nada...
Tinha de me tornar vegetariana...que era incapaz de matar animais com as minhas mãos.

Mas não valeria a pena escrever, os outros 4 não iam ler em Português e eu não escrevo para um público tão pequeno.

Poderia haver alguma solidão, mas a calma reinante compensaria tudo...

De repente buzinaram atrás de mim para saír da estrada!

agosto 26, 2003

E se?

Uma equipa de futebol fosse fazer um retiro numa quinta cheia de freiras?
Pensem nisso!

Anagrama Melódico

Does a rose
Loose its color in the rain?
Do your eyes
Without me
Look the same?

agosto 25, 2003

Lá Lá Lá

Dou por mim a cantar:

Sobe sobe, balão sobe
lá, lá, lá, aquela estrela"
Para partirrrrrrrrrrrrr
E sonharrrrrrrrrrrrrr

Aproximo-me dos colegas....sorrateiramente!
Amanhã trago a viola que toco horrivelmente e acompanho!

Talvez assim voltem para férias e eu tenha sossego mental para o meu blogzinho!

agosto 24, 2003

Xôpa!

Enquanto estou aqui com um prato de xôpa de feijão verde ao lado, penso como seria práctico haver palhinhas de largura apropriada.
Apesar de adorar xôpa, aborrece-me ter de usar a colher...

É o mesmo que os tremoços, são bons, mas são chatos...devia haver tremoços pelo menos 10x maiores, tipo peros, assim só se cuspia a pele uma vez...
E as uvas, com aquela cena das graínhas...

Com quem é que posso falar sobre isto?

Ó Deussssss! Psssstttttttt!

Ploing!

Do sofá onde estou sentada (sim sofá! E depois?) com vista para o terraço, vejo distintamente a minha mini-árvore que dá uns frutos cor de laranja pequeninos.

Ontem comecei a ver um dos frutos a ficar todo preto...em poucos minutos.
Ouvia vozes baixinho que diziam "Tu chega-te para lá" e "Vá, meninas, mais, venham!"
De repente, quando o fruto ficou como um buraco negro, ouvi mais alto "Agora meninas! Abanem! Força! Mais!"
A árvore começou a estremecer, as folhas mexendo rápidamente.
O fruto balançava de um lado para o outro, até que o caíu redondo no chão, ficando na sua cor original.
Ao lado e à medida que me fui aproximando, vi-as!!!

As Pu$@s das formiguitas aos pulos a gritar "Yupiiiiiiii" em uníssono.
De entre elas sobressaíu a voz que dava ordens "Agora pra casa! Vá meninas"

E lá foi o fruto, nas costas delas pelo resto do terraço, subindo a parede e desaparecendo no horizonte...

E...acho que está a acontecer outra vez...já venho! Agora não escapam!!!

agosto 22, 2003

Vocês fazem as bolas!

Isto das ideias é como as bolas de sabão.
Sopramos um bocadinho e aparecem "montanhas" delas.

O meu amigo já "cota", pegando na minha ideia da Largada de Anestesistas de ontem, fez um texto ainda melhor :)
Adorei que me tivesse "roubado" a ideia! Assim, podem roubar à vontade, desde com os devidos créditos...Adorei o texto!

Ora eu providencio a água com sabão e os instrumentos, vocês fazem as bolas!

Perdi-me!

Estou algures aqui pelo meio...



Nadir Afonso
Lausanne, s/ data
Acrílico s/ tela, 106 x 96 cm
Col. Fundação Nadir Afonso

agosto 21, 2003

Dói! Dói! Aiiiiiiiiiii

"Veio-se-me" agora uma ideia ao espírito...
E se...existisse tal como nos touros ou na Roma antiga...Largadas de Anestesistas...

Em que se juntavam várias pessoas candidatas à pica - obviamente pensando que iam para um casting de uma novela portuguesa, ou para uma sessão de autógrafos da MRP, ou para conhecer o jet-set - todos num recinto fechado...tipo Gladiador!

Depois largavam-se os anestesistas! De bata branca e máscara na mão, perseguiriam até à exaustão todos os que se encontravam no recinto.
Já não incomodavam mais!

Pensando bem! O jet-set e esses escritores pops e os argumentistas de novelas também podiam vir :)

Prontos! Era só isto!

...vamos a correr!

Hoje começa a Maratona de Antestreias do cinema King!

Treinaram?

Pena estar no trabalho :(

agosto 20, 2003

O importante são as orelhas!

Descobri que as orelhas deles são um fetiche no Brasil!
De uma forma carinhosa e irreverente!
As nossas são geralmente uma seca ou sem jeito nenhum!

Aqui há tempos uma escritora bem conhecida - mas não desses lights - disse-me que para o editor, o importante é o primeiro e último capítulo.

Ora para o público ávido na pressa da compra, na minha opinião, o importante são as orelhas! E a primeira página!

Acho que gostava de escrever os textos das orelhas dos livros e já agora a contra-capa também!

Oi! Gente! Estou disponíveu!

Sérgio Vieira de Mello - O Troubleshooter!

Quem dera a mim, quando morresse, que o mundo todo chorasse...
Que se recordassem dos meus feitos!
Que lhes ficasse na memória nem que fosse um minuto!
Que soubessem o meu nome...

Era sinal que tinha feito a diferença!
Que os meus pés tinham ecoado pela terra!
Que tinha sido importante!

Quem me dera que todos fossemos assim!

Trilogia no Público

Não posso deixar de fazer uma publicidadezinha. Hoje é dia de Paul Auster com a "Trilogia de NY" no Público.
Ide comprar!

agosto 19, 2003

Aprocheguem-se! Váaaa! Mais perto!

Quem é vivo sempre aparece!
Uffa! Assim está calor com tanta gente!

Só para lembrar, que irá haver um encontro de escritores e bloguistas inconformados, este domingo - dia do senhor...

Agradeço que se tragam a vocês mesmos, mais um punhado de ideias!
Que é dia de criar os "Inconformistas" !
(depois hei-de criar uma editora chamada Formista - dedicada a todas as formigas que se atravessaram no meu caminho)
Está escrito!

Tragam um livro debaixo do braço e façam um piscar de olho malandro a quem estiver da mesma maneira enquanto saltam num só pé!
Agradeço que não corem!

Tragam uns euros... que esperamos discutir algumas ideias sobre "cházes", tostas mistas e bolos e croissants fresquinhos e ...
Ai a baba a aparecer-me!

Binde! Não vos acanhais!

Mandai-me um email!

Yes!

Chegou a minha encomenda da Fnac Brasil...composta de:
- A vergonha dos pés
- As pessoas dos livros
- As pernas da Tia Corália
- Contos brasileiros do Século

Será que os coleguinhas daqui da empresa, se importavam muito se eu me esticasse na minha cadeira, pusesse os pés em cima da mesa e devorasse as pernas da Tia?

agosto 18, 2003

Chalabi - Chalaki

Talvez nos encontremos em cima de um comboio, sentados a ver o nascer e o pôr do sol...
Um comboio que atravessa todos os locais do mundo!

Eu queria...

Leva tu os pasteis!

Vai partir!


Fernando Gaspar
"Estação"
Aguarela c/ 56x76 cm -1997

Apetecia-me um Pastel de Belém!

Mas como não temos...

Como com os olhos, cadernos de viagem...daqui e dali!

Lindos!
Peco por este pecado mortal - a inveja - de não saber desenhar :(

Um pecado mortal!

Eu não sou invejosa...mas depois de ver isto fiquei!
E isto!

1.99€

Eu sei que não vos interessa para nada...mas comprei a (so-called) Biblia dos argumentistas por 1.99€
Não 10, nem 20, nem 30 que era o preço antigo, mas sim 1.99
E porquê perguntam vocês?
Xiuuuuu!

Eu digo! Porque estava nas ilhas de livros em promoção, porque ninguém lhes pega!

Adorável FNAC!
Obrigada também a todos os que lá passam e não fazem a mínima ideia do que isto é...

Obrigada a todos os que não escrevem nem gostam de ler!
O meu muito obrigado!

Já agora para os interessados e para desvendar o mistério...o que comprei foi "Story" do Robert Mckee!
Não me digam que não conhecem...
E o Nicolas Cage?
E o Inadaptado? O meu favorito deste ano...

Ide ler! Ide cultivar-vos!

Mas por favor....Não ide à Fnac!

Grelhar um frango com fósforos...

Neste longo fim de semana, passei as passas do Algarve!
A propósito - No algarve há tradição de passas? Não percebo estes ditados populares...

Mas voltando ao assunto...

Eu a tentar licitar umas coisitas no eBay...sem telefone, com os leilões a fecharem...
Ia ligando via infravermelhos do telemóvel, a 9,6kps :P
Nem as imagens carregavam...

E sem abrir o blogger, nem o email...ia morrendo!
Que isto morre-se de Hikikomori!

Isto foi o mesmo que grelhar um frango com fósforos! Um frango muito apetitoso, quando já não comemos há mais de uma semana e temos de acender fósforo atrás de fósforo...

Uffaaaa! Tou estoirada!
Se não fosse a piscina e o solzinho, estaria à beira de uma baixa psicológica.
Havia de caír a rir, se dissesse ao meu médico de família:
- Ai que estou que nem posso, sem blog, sem ebay. Estou-se-me a esvaír por causa do meu Hikikomori

agosto 15, 2003

Ode à nostalgia!

Não sei se sabem, mas há a remota possibilidade de o saberem...

Há certas coincidências na nossa vida (isto lembra Paul Auster), que nos trazem uma mala cheia de recordações do passado. Daqueles sabores doces, de momentos mágicos. O Miguel trouxe-me uma bagagem cheia de tudo isso, agora mesmo.

No meio da roupa, vieram imagens da minha casa na infância, punhados de gente do mundo das leis e das letras, que jantavam lá aos fins de semana, as traduções da minha mãe, os livros espalhados pela casa (Mãe! Roubei-te um da Simone de Bouvoir!), a minha paixão pelos 3 volumes da Enciclopédia Koogan Larousse que devorava ávidamente no meio de colheradas de Cerelac, e o vinil "One from the Heart" do Tom Waits a tocar como agradável ruído de fundo!

Ai que bem que isto soube!

agosto 14, 2003

O destino a dobrar

Ainda não contei que sou viciada em leilões na Net?

Não sou muito...só compro máquinas de escrever portáteis do início do século...acho que sou a única em Portugal :)
E agora arte! Não arte séria, mas pop-art!

E eu que tenho dois anormaizinhos em casa (vulgo cães) ó pró que eu encontrei no eBay e que estou mortinha por ter - Bobis

Ai filho!

Apaixonei-me pelo Paul Auster!
De forma não platónica e assexuada ;)
Apetecia-me raptá-lo e obrigá-lo a escrever um livro só pra mim...talvez só sobre blogs?

Esta ideia surgiu-me repentinamente ao almoço, quando quase me engasguei e morri com uma gordura de bife - metade ficou na boca e o resto foi glote abaixo!

Ai o que o Paulinho teria perdido se o bife me tivesse morto!

E ele tambem tem uma máquina de escrever manual - uma Olympia com 25 anos
Ai que temos tanto em comum...
Só que a minha colecção de máquinas é melhor que a tua! Tenho 3 e uma é uma portátil rara de 1917!
Toma!

O amor foi bom enquanto durou...
Vou sonhar contigo...

Mando-te um postal da Praia da Luz!
Vá não chores!

Hikikomori!

Parece a brincar mas não é!

Sinto-me à beira de sofrer de Hikikomori provocado por tanta bloggada!

Desde o início do Blog que quase ninguém me vê. Fechei-me na cozinha - onde há uma ligação à net! - e entre meter a mão no frigorífico - sim eu como com as mãos - e no teclado faço pouco mais...

Comecei com 55 kgs e desconfio que vou nos 70.
Durmo no cobertor dos cães no chão da cozinha e só vou à casa de banho rápidamente quando não está ninguém a ver. E tenho de voltar depressa! Posso ter recebido um email!

Banho? Isso é o quê?

Quando não escrevo recebo email a perguntar porque não o fiz!
Sinto-me perseguida!
Não consigo corresponder às expectativas do meu imenso :P público!

Ai Jasus!
Não sou nem japonesa, nem homem, nem o filho mais velho (sou filha única!Yes!)....mas depois de ter visto o documentário, tenho quase a certeza que estou doentíssima com Hikikomori!

Pelo menos a palavra é gira!
E fica sempre bem dizer que tenho Hikikomori...podem pensar que é um fato de um costureiro famoso ;)


agosto 13, 2003

Precisa-se noiva!

Não para mim!!! Que sou uma "gaija"!
Para este - senhor

Bobones há muitos!!! Ó patêgo!

Desculpem a ignorância...mas quem é a Paula Bobone?
A ler o Jornal do LIDL - Sim é verdade do LIDL!!! que eu achava ser um supermercado onde por acaso nunca entrei - deparei-me com fotos dos sócia-lights ;) no Algarve?
Até descobri que uma astróloga, Moira qualquer coisa, vai passar as férias com o filho de 10 anos... "what the fuck is this?"

Voltando à Bobone! Ainda não percebi o que faz a senhora, alguns dos outros inúteis já percebi...

Onde estava ela no 25 de Abril pergunto eu!

Alguém me ajuda?

Kabum!

Já ouviram falar do Carlos?
Eu já!

Amanhã conto!

Na ma peteceu!

Pois!
Ontem não escrevi aqui, não me apeteceu.

Fiquei a ouvir Ryuichi Sakamoto com o Youssou N'Dour...
Fiquei a escrevinhar.

Será que escrevinhava melhor se tivesse um caderninho Moleskine?
Será que o Chatwin e o Hemingway, até acho que Baudelaire escreviam assim por causa do caderninho?

agosto 11, 2003

Vá! Ide para casa!

Ide ver o filme Himalaya ou ouvir a sua banda sonora!
Comovei-vos com ele! Pensai em vossa vida!
Voltai amanhã mais ricos de emoções! Que amanhã escreverei um conto para vós!

O que eu dava por uma "másságe"!
Deus, que trabalhar é cansativo!

Por falar nisso, um pequeno conselho!
Filhos e filhas!
Se tendes oportunidade de não trabalhar e efectuar muito cravanço e lanzeira em vossas vidas aproveitai o mais possível!
O mundo é grande, há muita gente que não vós, para fazer vossas tarefas! Dai oportunidades aos outros!
Xô!

Ai! Estou que nem posso!

Recebi muitos emails acerca do meu estado de saúde e queria partilhar convosco que afinal não tenho Tétano...
Julgo que tive alguns espasmos musculares, mas porque andei a nadar um pouco e o meu corpo não estava para isso...
Ai que fim de semana de lanzeira profunda!
E agora o trabalho...Ai! Estou que nem posso!

agosto 08, 2003

Imagina-os nús!

Adelina sentou-se no meio dos outros como quem não quer incomodar. Corou um pouco quando outros olhares fixaram o dela, mas lembrou-se das palavras do pai - "Imagina-os nús" e riu-se sozinha olhando para os sapatos envernizados de manhã. Não eram bonitos de imaginar nús.

Era a primeira vez que estava em público e nem era um momento importante para ela. Havia outros com mais responsabilidade. Ela encontrava-se no meio de outras cadeiras em fila, algumas desocupadas. Dos lados, vinham outros como ela, nervosos e olhando para o chão. Se calhar também a imaginavam nua. Adelina corou novamente.

Depois de um pequeno som, próprio do local, abriu-se o pano e lá vem ele detrás dela de olhos altivos e ar confiante. Usava uma casaca. E ela pensou como ele era bonito e como lhe ficava bem. E voltando aos pensamentos de há pouco. Imaginou-o nú corando novamente. Os olhos de todo o público fixaram-se nela enquanto corava e o peso de todos os olhos deu-lhe aquela sensação desagradável de que precisava urgentemente de um buraco para se esconder.Mas eles não desviavam os olhares....

Adelina desmaiou. O homem de casaca nem parou. E com a surpresa ninguém a socorreu, ajudando-a apenas a voltar à mesma posição na cadeira. Apenas um murmurinho do público em cima da música.

Fugiu de todos os convites para as galas de apresentação.
Deixou o piano e nunca mais tocou.

Ela agora escreve. Ela não vê o publico nas folhas. E não tem de os imaginar todos nús.

(Esta estória obviamente falsa, é baseada em factos reais. Num concerto a que a minha mãe assistiu no Royal Albert Hall, uma rapariga gordinha desmaiou na sua cadeira enquanto assistia - no palco - à apresentação de um seu colega. É verdade que quase caíu e teve de ficar até ao fim com um ar muito aflito. O resto foi "ligeiramente" modificado pela minha imaginação!)

O nosso Marquês de Borba

Será que se soubessemos para onde vamos, nos perderíamos no caminho?
E o caminho se criava de novo?
Noutro lado qualquer?

E de onde vimos?
Nem vou procurar.
Algo se mexe no horizonte!
E corro para ela...




(PS - Pode ser uma garrafa de Marquês de Borba ;))

agosto 07, 2003

Cerelac

O meu açucar amarelo está perdido para as formigas!
Será uma metáfora?
Tenho de recuperar o açucar da minha vida?

Se as pu#%$ descobrem o Cerelac outra vez, passo-me!
Não sou responsável por mim!

Agarrem-me!
Quantas são?
Quantas são?

agosto 06, 2003

Formiguinha, formiguinha!

Formigas!
Tenho a casa cheia de formigas.
Milhares delas!

No meu açucar amarelo, no meu Cerelac (da qual sou fã incondicional desde quase a nascença)...que gosto de comer às colheradas sem leite.
Que por acaso tem na embalagem um concurso do "pópó para o papá" ou uma coisa assim que dá um Volvo V40 :P

Acho que o meu pai não quer, apesar de não o ir consultar...
Acho que o Volvo me fica mesmo bem...

eheheheheh

Glassex em cima das formigas! Viva o Glassex para os vidros com amoníaco!

AHAHAHAHAH = Riso diabólico, parecido ao do Herman José, no meu saudoso Tal Canal...

agosto 05, 2003

Pétalas de pessego...

A propósito do post de baixo lembrei-me do meu poeta preferido - Li Po (China - 756)

"Perguntas-me porque vivo nas colinas cinzentas
Sorrio, mas não respondo, porque os meus pensamentos estão noutro sitio
Como pétalas de pessego empurradas pela corrente
foram-se
Para outros climas, terras
Que não o mundo dos homens"

A tradução é minha.
Podia ser melhor ou diferente, mas cada um sente como quer...é a minha liberdade do dia!

Ps1 - Por coicidência, Bruce Chatwin - outro favorito - tinha Li Po como seu favorito também.
Seremos almas gemeas?

Ps2 - Estou a ler a biografia de Richard Burton (o explorador, historiador, linguista, etc) - The Devil Drives
Será que temos o Diabo no corpo ou somos nós mesmos (e eu humildemente me considero) que somos seres desafiantes?

A Alexandra Solnado tem de ler esta biografia!
Será que Jesus fala português ou ela esteve a aprender hebraico antigo?
Ou é tipo linguagem surdos-mudos (em tom jocoso e não discriminatório)?
Vou meditar sobre o assunto!

Os politicos e as nativas

Ontem à noite - nem me lembro onde - descobri que Paul Gauguin (o pintor) estava tão deprimido com a sua vida, que aos 43 anos abandonou tudo e todos e partiu rumo às ilhas do Pacífico e lá permaneceu até morrer...

Tínhamos tanto a dizer sobre isto, mas tão pouco tempo...

Gauguin definiu-se bem:
"Life is merely a fraction of a second.
An infinitely small amount of time to fulfill, our desires, our dreams, our passions"

A questão que se põe, é quanto e quem é que destruimos para atingir este fim?

É a tal coisa da minha liberdade acaba quando começa a do outro. Ou será ao contrário?

Questiono-me se não conseguiríamos convencer os nossos politicos e restantes inúteis do nosso país, a seguir para as ilhas do Pacífico. Talvez tenham vocação para a pintura de nativas meio nuas, já que não têm vocação para mais nada...

agosto 04, 2003

Tenho febre, deve ser do mau humor.
Tomei uma aspirina e por estranho que pareça, o meu nariz começou a tremer...
Será que ele vai crescer?

Cantigas Pirosas Românticas

Hoje ao almoço eu e o J. imaginámos como conduzir uma empresa à loucura.

Passava por cantarmos horrivelmente o dia quase todo, depois trazer um instrumento musical que ainda não sabemos tocar...tipo flauta e passar todo o dia a fazer escalas...acabávamos a matança, com cantigas pirosas românticas, cantadas ao pé de cada um dos colegas piscando os olhos continuadamente...

Acho que não é proíbido fazer isto!
Não está no contrato de trabalho!

Será por isto que as empresas em Portugal são pouco produtivas?
Acho que desvendei os motivos de tantas falências!

Ai como é bom ser idiota...
Tira-me deste mau humor com que acordei hoje...

Eu sou um espasmo muscular contínuo

Sábado, o Cuscas - o gato - espetou-me as "unhacas" no braço.

Fui logo para a Net ver quais os sintomas do tétano.
Ao fim de uma semana dizem que começam os espasmos musculares!

Igh!!!!

agosto 03, 2003

Ó mãe! Aquilo é um Viking?

Ainda sobre os americanos...
Aqui há longos anos ;) 6 mais ou menos, andava eu a experimentar os chat-rooms, travei conversa com um americano que me fez uma pergunta curiosa...

"Onde ficam as reservas de Vikings na Europa?"

No comments! E juro que é verdade...

"Vamos apanhar Saddam!"
É engraçado, mas esta é a notícia que os americanos tiveram de dar ao mundo ontem!

Se ainda fosse:
"Vamos combater a poluição!"
"Vamos erradicar a fome no mundo!"
"Vamos usar o dinheiro da guerra para combater todas as doenças do mundo!"

Deviam era dizer: "Vamos parar de ser uns merdosos egoístas que só olham para o seu próprio umbigo! Vamo-nos auto-implodir!"

Peço desculpa a todos os americanos decentes e todos os que gostam de americanos, mas eu detesto-vos!

Que merda de notícia para começar o dia!
Bolas!

agosto 02, 2003

Blogciada

Ainda antes dos bifes!
Sinto que estou a ficar nefastamente...no melhor dos sentidos, viciada no blog.
E explico porquê!

1-Não consigo parar
2-É uma auto análise
4-É um desabafo
5-Obriga-me a escrever através do vício Como é que eu poderia escrever o meu romance sem este treino?
6-É a minha biografia aos bocados

É tanta coisa!
E uma sensação de que deixo qualquer coisa gravada no mundo, que ainda não é o meu livro, mas é um começo de qualquer coisa!

Espero que esta empresa não vá à falência como é costume nas Internet Companies e eu fique sem os meus textos todos!

Agora sim! Os bifes!

Morro aos 88 como um bife de perú

Tinha uma série de coisas importantes para "dizer" aqui, mas estou com uma fome daquelas...vou fazer bifes de perú com Martini!

Por falar em Martini...além das árvores de fruto - uma para mim e outra para o J., comprei sementes dos meus legumes preferidos!
Isto porque preciso de alimentos para a troca, para tentar destronar o sistema capitalista ao qual pertenci avidamente durante 29 anos.

Mas agora à beira (sempre detestei esta palavra...é como beiços) de fazer 30 anos daqui a uns meses...estou a virar-me mais para dentro e neste momento falo a sério, estou à procura de tudo aquilo que não encontrei até aqui...
E só tenho 58 anos para o fazer!

É que há uma particulariedade sobre mim que todos desconhece - Deus incluído, caso exista - é que morrerei aos 88 anos, vitima de ataque cardíaco fulminante. Por estranho que parece, foi uma decisão que tomei cerca dos 10 anos.
É por isso que sou hipocondríaca - porque tenho medo que os planos não me corram bem!

Agora é que vou fazer os bifes!

A importância das ramelas na vida moderna

Alguns comentários à vida moderna:

Tenho vizinhos novos...melhor, novos em folha...isto porque vivo num prédio novo (OK! Confesso-me capitalista! Mas estou a tentar regenerar-me! JURO!)
Bom...então isto da falta de privacida é uma coisa que me põe doente...Há dois meses que saía da cama para o terraço abrindo a boca de par em par, enquanto coço qualquer parte de mim com uma mão e tento tirar as ramelas com a outra...

E agora, há a enorme possibilidade de estar alguém no terraço ao lado a fazer isto ou pior...podem ser duas ou tres pessoas. E se todas as ramelas de todos os vizinhos do lado voassem sobre mim?

Tivemos de ir comprar uma palhinha para me proteger contra esta enorme possibilidade!

E agora estão a dizer " É que eu estava mesmo aflita para ir fazer um xixi! "
Mas o que é que isto me interessa?
Em que é que isto contribui para a minha felicidade e enriquecimento pessoal?

Vá! Vão-se deitar! Que isto também não vos interessa!

A importância da música no crescimento florestal

Estou mais activa...está mais fresco!

Ora, ando a ler literatura brasileira e estou a render-me completamente...mas nem tudo me corre bem!

Há três, 3 longos dias que tento comprar um punhado de livros online na Fnac do Brasil (sirvam-se em: www.fnac.com.br) e raios! sempre que chego ao fim da encomenda, tudo o que estava no cesto desaparece...imagino que não seja burrice minha, apesar de haver grande possibilidade.

Será que a literatura brasileira não me quer? Não é um desejo mutuo?


Hoje andei a ver plantas - seca! - não gosto de plantas...e para ser coerente, em vez de "plantas normais" comprei duas árvores - um limoeiro e uma coisinha tipo laranjeira, mas que não é...ambas dão frutos minúsculos mas pelo menos não tenho de falar com elas... Ou será que para os frutos crescerem tenho de cantar?
Sempre me questionei sobre a veracidade deste mito! Vou cantar muito, talvez os frutos saiam com um quilo.

Será que aquelas pessoas que cultivam abóboras gigantes, estão continuamente a cantar e a falar com elas?
E a última que ouvi é que gostam de festas!

Não que se entenda que não gosto de natureza...que adoro! Mas as plantas não interagem comigo...e eu adoro interacção...senão sinto-me estúpida!
Pelo menos os meus cães dão ao rabo!